Dia Mundial da Ação Humanitária


O Conselho Nacional de Defesa Civil, Coordenadoria de Defesa Civil Estadual, Coordenadoria de Defesa Civil de Fortaleza, em parceria com o UNICEF e o portal Ação Humanitária, promovem uma Audiência Pública Conjunta – Municipal, Estadual e Federal – na Câmara Municipal de Fortaleza no dia 19 de agosto, sexta-feira, a partir das 9h, para celebrar o Dia Mundial da Ação Humanitária.

Com o esforço para sensibilizar o público para o trabalho da Ação Humanitária, a Assembléia Geral das Nações Unidades (ONU) designou 19 de agosto como o Dia Mundial da Ação Humanitária. O dia homenageia aqueles que perderam suas vidas em serviço humanitário e aqueles que continuam a levar assistência e alívio para milhões de pessoas. O dia 19 de agosto de 2003 é marcado pelo atentado na sede das Nações Unidas em Bagdá onde 22 vidas foram perdidas, incluindo a do coordenador da missão, o brasileiro Sérgio Vieira de Mello.

No mundo existem diversas situações humanitárias como a fome, os conflitos e os desastres naturais. Para enfrentar essa situação os trabalhadores humanitários atuam em condições precárias ou de insegurança para garantir direitos básicos a população afetada, tais como: o direito de viver com dignidades, o direito de receber assistência humanitária, e o direito de estar em proteção e segurança. Desta forma, o Dia Mundial da Ação Humanitária reconhece os sacrifícios e as contribuições daqueles que arriscam suas vidas para prestar assistência aos que precisam.

No Ceará, a Audiência Pública surge da necessidade de pautar o tema em um momento que não seja apenas “em situação de emergência”, além de reconhecer os profissionais que atuam no Estado. Há bons trabalhos na área por parte da Defesa Civil e ONGs, mas muitos desafios também. E na sociedade civil, atores como o UNICEF, o portal da Ação Humanitária, dentre outros, estão ampliando o debate e buscando atuar localmente. Este conjunto faz com que surja a necessidade de um contato mais amplo com a sociedade e o poder legislativo.

Assim, Audiência Pública Conjunta será uma oportunidade para discutir temas sobre o trabalho da Ação Humanitária no Ceará, a intersetorialidade, a profissionalização dos agentes de Defesa Civil, a questão da criança e do adolescentes em situação de emergência, dentre outros. Na ocasião, será homenageado o ex-coordenador da Defesa Civil do Estado, João Alfredo Pinheiro Neto.

Contexto.: No Brasil houve um aumento significativo no número de situações de emergências em virtude dos desastres naturais. Nos últimos sete anos o país contabilizou desastres anuais de grandes proporções, por motivos de escassez ou excesso de água, a exemplo das secas, inundações e dos deslizamentos de terra, especialmente em áreas e regiões que concentram populações pobres. Por isso, se torna necessário ampliar a capacidade nacional de enfrentamento dessas situações. Para tanto cabe pensar ações e projetos de uma forma ampla e compartilhada entre os diversos setores temáticos e governamentais. É tempo de pensar na “gestão de desastres”, ou seja na prevenção, preparação, resposta, reabilitação e reconstrução.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *